É TEMPO DE VINDIMA NA SERRA DAS ENCANTADAS

Atualmente Encruzilhada do Sul possui 600 hectares plantados da fruta. Na sua maioria de casta Chardonnay e Pinot Noir, uvas destinadas a produção de espumantes.




Entre janeiro e março acontece a vindima que é a colheita da uva e o início da produção de vinhos tranquilos e espumantes. Este momento marca o final de um ciclo produtivo da videira. Depois de muito trabalho, durante praticamente o ano inteiro, chega o momento de colher os frutos. Os vinhedos ficam ainda mais especiais neste período, com as cores e aromas das uvas. Atualmente Encruzilhada do Sul possui 600 hectares plantados da fruta. Na sua maioria de casta Chardonnay e Pinot Noir, uvas destinadas a produção de espumantes. Também as clássicas Cabernet Sauvignon, Merlot, Malbec. E outras não tão conhecidas como Marselan, Arinarnoa e Touriga.


A maioria das uvas produzidas em nosso município destinam-se à produção de vinhos e espumantes. Neste caso, a definição do ponto de colheita é uma decisão muito importante. O viticultor, com auxílio de técnicos, consegue estabelecer a melhor época para a colheita, monitorando constantemente o teor de açúcares e ácidos das uvas, que precisam estar equilibrados.


Nos vinhedos encruzilhadenses a colheita é manual, permitindo uma seleção dos melhores cachos. Além disso, a colheita movimenta a economia do município, gerando muitos empregos temporários.


Quem passa às margens da RSC-471 e encanta-se com a beleza dos vinhedos da vinícola Lidio Carraro, não imagina o empenho e dedicação do Sr. Lidio, que está diariamente nos vinhedos acompanhando o trabalho de sua equipe, para garantir que as tarefas sejam executadas de forma correta. O resultado de tanto trabalho são vinhos reconhecimento internacional, e ser referência em vinhos do Brasil de alta qualidade.


Segundo Giovanni Carraro, esta safra está sendo de ótima qualidade e almeja que continue assim até o final de março – período estimado para o término da colheita. Giovanni ainda destaca que, a grande expectativa deste ano são uvas com ótima qualidade, concentração e cor, aliado a uma boa produtividade.


Cássio e Rochana Rassier são os responsáveis por garantir o padrão de qualidade das uvas colhidas nos vinhedos Cerro da Vigia. Os irmãos orientam os colaboradores durante a colheita, indicando o grau de maturação desejado e os cuidados a serem tomados durante o processo.


O produtor Cássio Rassier também destacou a qualidade das uvas colhidas até o momento. Cássio relembra: “foram muitos anos de trabalho e suor, desde o plantio das primeiras plantas das variedades Pinot Noir e Chardonnay no solo de Encruzilhada do Sul em meados do ano de 2002. De lá pra cá, muitas experiências, muito aprendizado, muitas dificuldades, mas hoje uma realização que marca o início de um novo ciclo em nosso vinhedo”.

No ano passado a família lançou o espumante brut Cerro da Vigia, um produto de excelente qualidade e que teve ótima aceitação dos consumidores. Tendo em vista a qualidade das uvas desta safra, podemos esperar por produtos excepcionais em 2020. (Por Medeiros e Figueiredo Consultoria Agropecuária).




156 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2020 por Jornal do Sudeste.