AERONAVES DO ESTADO LEVAM VACINAS PARA 303 MUNICÍPIOS DE 11 COORDENADORIAS DE SAÚDE NA SEXTA, DIA 9

Em mais uma rodada de distribuição de vacinas contra a Covid-19 repassadas pelo Ministério da Saúde para o Rio Grande do Sul, aeronaves da Brigada Militar (BM) agilizam a chegada do imunizante para 303 municípios do Estado nesta sexta-feira (9/4). O helicóptero e o avião King Air da corporação decolaram rumo a seis municípios com as caixas térmicas destinados para 11 Coordenadorias Regionais de Saúde (CRS), que abrangem 60% do território gaúcho.


É a décima rodada de transporte aéreo de vacinas, que leva a maior parte da carga total de 301.550 doses – sendo 141.800 da Coronavac e 159.750 da Oxford/Astranezeca – recebida no último lote enviado ao Estado. As coordenadorias de Porto Alegre (1ª), Santa Maria (4ª) e Alegrete (10ª) buscaram suas cargas na Central Estadual de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos (Ceadi) ainda na quinta-feira (8/4), pois já estavam com veículos na capital. Nesta sexta (9) pela manhã, seriam retiradas no local as doses pelas coordenadorias de Cachoeira do Sul (8ª), Santa Cruz do Sul (13ª), Lajeado (16ª) e Osório (18ª), completando a destinação para outros 194 municípios não cobertos pelo transporte aéreo.


O helicóptero da BM transporta vacinas para Caxias do Sul, com a carga da 5ª CRS. O avião King Air, da BM, decola para fazer um roteiro de cinco cidades: Erechim (doses destinadas às 11ª e 6ª CRS); Palmeira das Missões (15ª e 2ª CRS); Santo Ângelo (9ª, 12ª, 14ª e 17ª CRS); Bagé (7ª CRS); e Pelotas (3ª CRS).


O transporte realizado pelas aeronaves das forças policiais representa ganho considerável de tempo em relação ao transporte rodoviário, além de maior segurança do deslocamento. Tudo é feito em cerca de quatro horas e meia, entre a primeira decolagem no Batalhão de Aviação da BM, no aeroporto Salgado Filho, às 9h30min, e o último pouso, previsto para 14h05min, em Pelotas. No total, as aeronaves contabilizam mais de 30 horas de voo, que somam cerca de 12 mil quilômetros em itinerários. O helicóptero da Polícia Civil (PC) também auxiliou em rodadas anteriores levando a carga de Santa Maria, e só não atuou nessa porque as caixas já haviam sido retiradas.


Todas as vacinas da Coronavac serão destinadas a atender a segunda dose de idosos já imunizados com a vacina da mesma marca, em lotes anteriores. Com as doses da Oxford/Astrazeneca começarão a ser vacinados, com a primeira dose, todos os idosos de 64 anos e, parcialmente, a faixa de 63 anos.


Publicidade

Outra parte da remessa será usada para dar continuidade à aplicação da primeira dose do grupo de Forças de Segurança e Salvamento e Forças Armadas, conforme chancelado pelo Ministério da Saúde e definido pela Comissão Intergestores Bipartite (CIB), com participação da Secretaria da Saúde (SES) e do Conselho das Secretarias Municipais de Saúde do Rio Grande do Sul (Cosems-RS).


Neste grupo, a imunização deverá ser direcionada à servidores do Instituto-Geral de Perícias (IGP), do Departamento Estadual de Trânsito do (DetranRS) e da Polícia Federal (PF). Há uma semana, com doses do lote anterior, teve início a vacinação de 100% dos efetivos de BM, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar (CBMRS), Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe), Polícia Rodoviária Federal (PRF) e guardas municipais. Com isso, todo os operadores da Segurança Pública do Estado estão contemplados.


Conforme levantamento divulgado na noite da quinta-feira (8) pelo consórcio de veículos de imprensa a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde, o Rio Grande do Sul é o Estado que, proporcionalmente, mais vacinou sua população contra a Covid-19 até agora. Os dados do consórcio mostraram que 1.555.270 gaúchos já haviam recebido a primeira dose, o que equivale a 13,62% da população, e 340.046 pessoas, ou 2,98% da população, a segunda aplicação.


No mapa da vacinação do governo gaúcho, atualizado com dados abastecidos pelos próprios municípios, esses números já são maiores. Foram aplicadas 1.600.834 de unidades da primeira dose e 352.327 da segunda. O painel mostra ainda que o Rio Grande do Sul recebeu até agora 3.163.150 de doses das quais 3.029.999 foram distribuídas às 18 coordenadorias de saúde.


As restantes fazem parte do contingente que, de acordo com informe técnico do Ministério da Saúde, devem ser para aplicação de segunda dose da Astrazeneca, a partir de 25 de abril, além de uma pequena reserva técnica para casos de avarias ou perdas. Do total distribuído, pelo menos 64% já foi aplicado.


• Clique aqui e acesse o histórico de todas as entregas de vacinas contra a Covid-19 ao Rio Grande do Sul.


• Clique aqui e acompanhe o painel de vacinação.


Texto: Carlos Ismael Moreira/Ascom SSP Edição: Marcelo Flach/Secom/Estado Rio Grande do Sul

37 visualizações0 comentário