CÂMARA DE VEREADORES DE AMARAL FERRADOR INSTALA COMISSÃO PARA INVESTIGAR DENÚNCIAS CONTRA VEREADORA

A Câmara de Vereadores de Amaral Ferrador recebeu uma denúncia protocolada pelo partido Progressistas, representado por seu presidente Fábio Baptista Borges contra a vereadora Lenara Vargas do Santos (PDT). De acordo com a denúncia "a vereadora tem agido de modo incompatível com a dignidade da Câmara, faltando com decoro em sua conduta pública”, justificou o presidente da sigla.


A vereadora Lenara que pertence a base do governo municipal, está sendo denunciada por utilizar-se da função pública para intervir de forma direta solicitando que serviços com maquinários da Prefeitura sejam interrompidos “por questões políticas”. De acordo com a denúncia, a parlamentar estaria usando o mandato para “supostas práticas de corrupção”.



O presidente do Progressistas juntou na denúncia protocolada na Câmara, áudios de conversas em grupos de WhatsApp envolvendo a parlamentar.



O agricultor Gilmar M. B. citado nos diálogos, também protocolou na Câmara de Vereadores uma denúncia contra a vereadora, alegando que tomou conhecimento através de conversas em grupo de WhatsApp que a vereadora Lenara teria solicitado que fosse interrompido o serviço de “Globe” realizado pela patrulha agrícola do município em sua propriedade porque “ o mesmo pertence a um partido de oposição”.



O presidente da Câmara de Vereadores, Ronivan Fontoura Braga, levou as denúncias à plenário para conhecimento dos demais vereadores. Os parlamentares decidiram instalar CPI – Comissão Parlamentar de Inquérito para averiguar as denúncias contra a vereadora. A comissão foi constituída pelos vereadores Paulo Silva (PTB) Márcio Machado Vasconcellos (MDB) e João Carlos Martins (PSDB).

Fonte Rádio Camaquã


469 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2020 por Jornal do Sudeste.