CONFIRMADO UM CASO DE DENGUE EM ENCRUZILHADA DO SUL

A Secretaria de Saúde recebeu na manhã desta segunda-feira (30), a confirmação da suspeita de um caso de dengue no município. De acordo com informações, um homem de 28 anos, residente do Loteamento do Climério, testou positivo para a doença após realizar um exame de contraprova no Laboratório Central de Saúde Pública do Rio Grande do Sul, o Lacen, laboratório oficial do Ministério da Saúde. Conforme orientação do Centro Estadual de Vigilância em Saúde, que desenvolve a política de vigilância em saúde na condição de gestor/coordenador.


De acordo com a pasta de Saúde, independente do resultado do exame, a equipe de agentes de endemias foi de imediato mobilizada, e deram início ao procedimento de bloqueio de transmissão viral já no dia 20/03/2020, data da coleta do exame, encerrando a rotina no dia 24/03/2020.


O trabalho consistiu em buscar do vetor transmissor da dengue, o mosquito Aedes aegypti, e ou possíveis focos de reprodução do inseto, sendo coletada amostras, bem como eliminado e tratado todos os locais de risco.


Como resultado foram obtidas 34 amostras, restando todos negativados para Aedes aegypti. Contudo o exame do laboratório do Estado confirmou se tratar de dengue. Então, a Secretaria Municipal de Saúde e Meio Ambiente refez a pesquisa epidemiológica para verificar a situação do caso, que por fim será considerado como caso autóctone, ou seja, doença foi adquirida no próprio município.


O paciente se recuperou em casa e já está sem os sintomas da doença.


A Saúde ressalta que as práticas da população são essenciais para a não proliferação do mosquito transmissor e da doença, o Aedes aegypti .


Atente para os cuidados:


Tampe os tonéis e caixas d’água; Mantenha as calhas sempre limpas; Deixe garrafas sempre viradas com a boca para baixo; Mantenha lixeiras bem tampadas; Deixe ralos limpos e com aplicação de tela; Limpe semanalmente ou preencha pratos de vasos de plantas com areia; Limpe com escova ou bucha os potes de água para animais; Retire água acumulada na área de serviço, atrás da máquina de lavar roupa. Cubra e realize manutenção periódica de áreas de piscinas e de hidromassagem; Limpe ralos e canaletas externas; Atenção com bromélia, babosa e outras plantas que podem acumular água; Deixe lonas usadas para cobrir objetos bem esticadas, para evitar formação de poças d’água; Verifique instalações de salão de festas, banheiros e copa.

442 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2020 por Jornal do Sudeste.