COORDENADOR DA 6ª CRE FALA SOBRE VOLTA ÀS AULAS

Conforme publicado pelo Portal Arauto, uma sugestão de cronograma de volta das aulas presenciais foi apresentado nesta terça-feira (11) pelo Governo do Estado a prefeitos. A proposta é de que as aulas comecem pela Educação Infantil, tanto privada quanto pública, a partir do 31 de agosto. No entanto, a ideia do Governo é um retorno gradual das aulas.


Embora em Santa Cruz do Sul não exista uma data exata para o início das aulas presenciais nas escolas estaduais, a 6ª Coordenadoria Regional de Educação (6ª CRE) tem trabalhado e se preparado para caso o retorno seja no início de setembro. Segundo o coordenador da 6ª CRE, Luiz Ricardo Pinho de Moura, no ensino superior já existe a permissão para disciplinas práticas e laboratoriais de fim de curso, mas nenhum aluno tem realizado os estágios.

Publicidade

Conforme o coordenador, o período agora é de ajustes, conversas e preparação: "Estamos trabalhando com a infraestrutura e em como a escola vai se organizar caso aconteça o retorno das aulas". Contudo, segundo ele, tanto os diretores quanto os professores estão preocupados com uma série de fatores, principalmente no que se refere ao uso adequado de máscaras pelos alunos, higienização correta e reorganização dos turnos em horários em que haja transporte. "Conversamos com professores na semana passada e existe uma grande preocupação sobre como vai funcionar o cuidado com o outro nas escolas", comenta.

PROPOSTA DO GOVERNO Em debate entre o Governo do Estado e a Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs) sobre a retomada das aulas presenciais no Rio Grande do Sul foram apresentadas algumas sugestões de datas e possibilidades que, agora, serão debatidas internamente dentro das 27 associações regionais de municípios e analisadas novamente em reuniões que ocorrerão ao longo das próximas semanas.

A sugestão inicial apresentada pelo Estado propõe o retorno gradual e escalonado das aulas a partir de 31 de agosto para as redes pública e privada. O primeiro nível a voltar seria o Ensino Infantil. O Ensino Superior retornaria em 14 de setembro, o Médio e Técnico, em 21 de setembro, os anos finais do Ensino Fundamental, em 28 de setembro e os anos iniciais, em 8 de outubro. O retorno às aulas presenciais ocorrerá, pela proposta do Estado, somente nas regiões que estiverem em bandeira amarela e laranja.

Fonte: Portal Arauto

314 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2020 por Jornal do Sudeste.