ELEITOR TEM UM MÊS PARA PEDIR TRANSFERÊNCIA E PARA SE CADASTRAR PARA VOTAR NO EXTERIOR

O calendário eleitoral teve datas decisivas neste início de abril. A partir de agora, os candidatos não podem mais mudar de partido ou de domicílio eleitoral. Já o eleitor ainda tem até o dia 4 de maio para pedir a transferência de localidade do título, caso tenha se mudado recentemente e queira votar na cidade onde mora ou garantir o voto para presidente da República no caso de brasileiros que estão no exterior.


Publicidade

A data também é o limite para os jovens tirarem o título de eleitor, como explica o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Edson Fachin. “Jovens de dezessete anos ou que fazem dezesseis anos até o dia dois de outubro, dia do primeiro turno das eleições, podem votar. Para isto basta tirar seu título de eleitor até o dia quatro de maio. Segundo o IBGE, o Brasil tem cerca de dez milhões de jovens nesta faixa etária”, destacou.


As eleições ocorrem no dia 2 de outubro e, em caso de segundo turno para presidente e governadores, a votação será dia 30 do mesmo mês. Mais informações sobre o calendário eleitoral estão no site do TSE. Fonte: Portal Arauto / Rádio Senado


 

34 visualizações0 comentário