LEILÃO VIRTUAL DE VEÍCULOS E SUCATAS DO DETRANRS OFERTA 621 ITENS

Um leilão virtual de veículos e sucatas do DetranRS acontece na próxima quarta-feira (28/4), às 10h, diretamente no site www.tradeleiloes.com.br, sob a responsabilidade do leiloeiro Wendel Machado Garcia. No total, são 621 itens retidos administrativamente e não reclamados pelos proprietários, que estão nos Centros de Remoção e Depósito (CRDs) de Porto Alegre (2), Eldorado do Sul e Guaíba. Todos os bens disponíveis e seus lances mínimos podem ser consultados no edital 4/2021, no site do DetranRS.


O público em geral pode arrematar veículos com documentação (aptos para voltar à circulação, 240 no total), sem restrições policiais ou judiciais, desvinculados de qualquer pendência legal ou financeira. Dentre os destaques, uma WV/Nova Saveiro 2016/2017 com lance mínimo de R$ 10 mil e um Mercedes Benz/710 1999/1999 a partir de R$ 7,5 mil.


Os Centros de Desmanche de Veículos (CDVs) credenciados ao DetranRS podem adquirir lotes de sucatas (381) para comércio das peças ou reciclagem.


Interessados podem agendar com os CRDs visitação prévia dos lotes, para conhecer e examinar os bens, por meio dos telefones informados no item três do edital 4/2021. A visitação acontece nos quatro dias úteis que antecedem o leilão virtual, das 9h às 17h, e os depósitos organizarão de forma que não haja aglomeração de pessoas e atenda às determinações e recomendações dos órgãos responsáveis, para fins de enfrentamento da pandemia. Caso necessário, o CRD poderá limitar o tempo de visitação por interessado para atender a todos sem que ocorram aglomerações.


Publicidade

Leilão virtual


A forma de realização é bem parecida com a presencial. Terá a participação do leiloeiro, que estará em auditório fechado realizando o apregoamento dos lotes. O leiloeiro será visto pelos arrematantes em vídeo, e os lances ocorrerão de forma online (aqui recai a maior diferença para o presencial, pois em vez de cantar os lances, os arrematantes lançarão de forma online no site do leiloeiro). Vence o licitante que fizer a maior oferta aceita pelo leiloeiro, não sendo considerados válidos quaisquer lances enviados após o encerramento do apregoamento do lote.