MORADORES DE ENCRUZILHADA DO SUL RELATAM GOLPES DO WHATSAPP

Em menos de 24 horas, três moradores de Encruzilhada do Sul relataram em suas redes sociais ou em grupos de aplicativos de mensagens que estavam sofrendo com o golpe do WhatsApp.


Em todos os casos, o mesmo modo operandi, se passando pela vítima que teve o telefone clonado o criminoso pede uma quantia em dinheiro, que o valor seja destinado a uma conta via Pix, com a desculpa de falta de limite para pagamento para um prestador de serviço ou compra.


A Delegacia de Polícia local informa que até o momento não recebeu nenhum registro, mas alerta que as ocorrências podem ser realizadas na Delegacia On-Line.


O Serasa preparou um material de alerta e prevenção contra esse tipo de golpe.



Como os golpes virtuais são aplicados? Geralmente, esses criminosos se passam por pessoas que você já conhece. Então, entram em contato por meio do WhatsApp e pedem dinheiro. Parece uma conversa como outra qualquer, mas não é. Confira nosso artigo até o final e saiba como evitar esse tipo de golpe.

Recebi mensagem pedindo dinheiro: o que fazer?

Fique atento

Veja alguns exemplos de mensagens enviadas por fraudadores. Provavelmente, o WhatsApp da pessoa que você conhece e faz parte dos seus contatos foi clonado e não é ela que está enviando as mensagens.

“Oi fulano, pode me fazer um favor? Preciso pagar um boleto, mas já usei meu limite de transações. Você pode pagar pra mim? Amanhã te transfiro o dinheiro”

“Oi, tudo bem? Estou com um probleminha, preciso fazer uma transferência, mas já excedi o limite da minha conta, mesmo tendo dinheiro lá. Preciso que alguém faça isso pra mim e amanhã eu transfiro de volta.”


Esses são exemplos de mensagens que podem ser enviadas por fraudadores. Provavelmente, o WhatsApp da pessoa que você conhece foi clonado e não é ela quem está enviando a mensagem.

NÃO FAÇA PAGAMENTOS OU TRANSFERÊNCIAS BANCÁRIAS.

Ligue para o contato que solicitou a transferência e confirme se o pedido realmente foi feito.


Como descobrir se o WhatsApp foi clonado? O WhatsApp não pode ser exatamente clonado, ou seja, não é possível utilizar uma conta em dois celulares ao mesmo tempo. Caso algum golpista consiga acessar seu WhatsApp por meio de outro aparelho, você perderá o acesso no seu celular. Ao abrir o aplicativo, você encontrará uma mensagem como essa aqui ao lado. Outra maneira de utilizar seu WhatsApp de forma remota é por meio do WhatsApp Web. Essa é a versão do aplicativo que pode ser utilizada em computadores (desktop). Quando sua conta for utilizada desse modo, seu celular exibirá a mensagem: “WhatsApp Web está ativo no momento”.

Caso você não reconheça essa atividade, siga o passo a passo:


  • Abra o WhatsApp;

  • Clique nos três pontinhos no canto superior direito da tela;

  • Selecione “WhatsApp Web”;

  • Role a tela até a parte inferior;

  • Clique em “Desconectar de todos os aparelhos”.


WhatsApp clonado: o que fazer? Acesse o WhatsApp, ele estará sem cadastro. Insira o seu número de telefone e confirme-o com o código de seis dígitos que você receberá por SMS. Assim que você digitar o código recebido, a pessoa que estiver usando sua conta será desconectada automaticamente. Caso você já tenha ativado a confirmação em duas etapas, será necessário informar esse código. Se você não se lembra dele, tudo bem. Aguarde sete dias para acessar sua conta sem o código de confirmação em duas etapas. Mesmo assim, a outra pessoa que estiver utilizando seu celular será desconectada.


WhatsApp clonado: alguém poderá ler minhas conversas antigas?

Não! O WhatsApp é protegido com a criptografia de ponta a ponta e as mensagens são armazenadas no seu aparelho. Se alguma pessoa acessar sua conta de outro dispositivo, ela não poderá ler suas conversas. A criptografia garante que somente você e a pessoa com quem você está conversando consigam ler a conversa. Caso seu WhatsApp seja conectado em outro dispositivo, as mensagens não serão carregadas.


Como deixar seu WhatsApp mais seguro?

Existe um recurso de segurança no próprio aplicativo que deixará sua conta mais segura: a confirmação em duas etapas. Isso significa que para cadastrar seu WhatsApp em outro celular, será necessário o código PIN.

O PIN é uma senha numérica composta por seis dígitos. Ela será exigida toda vez que fizer o login da sua conta. Quer dizer que toda vez que eu entrar no WhatsApp terei que digitar o PIN? Não, isso acontecerá algumas vezes apenas e, essencialmente, quando for utilizar o WhatsApp em outro celular.

Para ativar o PIN, siga o passo a passo:


  • Abra o WhatsApp;

  • Clique nos três pontinhos no canto superior direito da tela;

  • Selecione “Configurações”;

  • Clique em “Conta”;

  • Escolha “Confirmação em duas etapas”;

  • Pronto, basta cadastrar uma senha numérica.


Dicas de segurança

  1. Não compartilhe seu código de confirmação e seu PIN da confirmação em duas etapas com ninguém.

  2. Ative a confirmação em duas etapas e forneça um endereço de e-mail para que você possa redefinir seu PIN caso precise.

  3. Defina uma senha para seu aparelho.

  4. Atente-se a quem tem acesso físico ao seu celular. Pessoas que têm acesso ao seu aparelho podem usar sua conta do WhatsApp sem sua permissão.


543 visualizações0 comentário