OCORRÊNCIAS DE INCÊNDIO EM FLORESTA AUMENTAM COM A SECA

Só nesta terça-feira (28) o Corpo de Bombeiros de Encruzilhada do Sul/RS atendeu a três ocorrências de incêndio em floresta. Duas delas na zona urbana e uma no interior, ainda, mais um salvamento de animal e um princípio de incêndio em um estabelecimento comercial. Ninguém se feriu, mas o aumento no número preocupa a corporação.


Segundo a guarnição, durante os períodos de seca, esse risco aumenta, mas a causa não é necessariamente natural, conforme já foi observado o homem também tem influência direta sobre esse problema. Muitos dos incêndios são originados por fatores humanos, envolvendo, sobretudo, a negligência nas ações.


Além dos incêndios, o possível desabastecimento de água para consumo no interior também está deixando a corporação em atenção. Desde o início do mês os bombeiros reabastecido famílias em localidades mais atingidas pela seca.


Renovação de convênio


Em meio ao aumento de ocorrências, a corporação relata incerteza quanto ao convênio da Associação Mantenedora dos Bombeiros de Encruzilhada do Sul - AMBES com o Município. De acordo com membros da guarnição, o convênio existente, que deveria ser renovado até a última sessão da Câmara de Vereadores, não aconteceu. Embora uma reunião extraordinária possa ser convocada para votação da matéria, Executivo e Ambes ainda não chegaram a um acordo sobre a renovação. Para a continuidade do convênio, o Executivo propõe um de corte na verba, o que ocasionaria a redução de no mínimo quatro bombeiros civis. Hoje, a corporação conta com 11 bombeiros civis e sete militares. "Já trabalhamos no limite para atender a demanda do município”, relatam. A nossa equipe de reportagem contatou com o Chefe de Gabinete Fabiano Soares, que estaria a frente das reuniões com o comando da corporação, e foi informada que "a definição da situação deverá ocorrer amanhã".

286 visualizações0 comentário