SERRA DO SUDESTE: EMPREENDEDORISMO E TURISMO NA REGIÃO


Foto Déia Machado

Há muito tempo a empresária Paula Becker é uma entusiasta fervorosa dos atrativos turísticos que poderiam ser oferecidos a viajantes de todo o entorno do município de Encruzilhada do Sul como do país. E pensando exatamente nisso, já inicia em sua propriedade, na região no Chanã, a implementação e criação de produtos que possam atrair a curiosidade e interesse dos viajantes brasileiros.


Nascida em Porto Alegre, mas criada em São Paulo, voltou às raízes há seis anos para administrar a fazenda da família neste município, “Foi uma grata surpresa ter chegado a Encruzilhada do Sul para cultivar as oliveiras e encontrar muito mais possibilidades de cultura e atrativos na região.”, diz Paula Becker.


Foto Déia Machado

Criada em uma família de mulheres empreendedoras, sua mãe, Ondina Becker, fundou há 45 anos a operadora de turismo internacional Moinhotur, que está ativa até hoje, o que deu à jovem Paula a possibilidade de viajar ao redor do mundo tanto a lazer como a trabalho, essa experiencia lhe deu uma visão ampla e inovadora de tudo o que é ofertado como produto turístico em todo o planeta e, por essa razão, lhe dá a certeza de que está diante de uma grande oportunidade, “as pessoas não imaginam a quantidade de produtos e ofertas turísticas mais variadas são ofertadas em todo o mundo e, como o agro turismo e o contato com o campo nos dias de hoje estão valorizados e em alta.” Comenta a jovem.


Continua após a publicidade


Em uma propriedade de 280 hectares a empresária cultiva 54 hectares de oliveiras e é pioneira no cultivo do mirtilo no município, além de ter sido uma das poucas a consorciar a criação de suínos e terneiros no olival. Paula já planeja explorar em sua propriedade, a Fazenda São Jorge, produtos turísticos como: visitas guiadas aos olivais e campos de mirtilo, rotas de bicicleta e cavalgadas, degustação de produtos locais, acompanhamento no manejo de horta e galinheiro e refeições típicas em espaço recreativo e cultural onde os turistas, tanto da região como de diversos locais do Brasil, possam conhecer estes cultivos, desfrutar das paisagens da Serra do Sudeste e do aconchego de uma vida no campo.

O projeto será convergente com todas as determinações emitidas pelas esferas municipal, estadual e federal quando a pandemia do coronavírus.


Foto Déia Machado
Foto Déia Machado
Foto Déia Machado

366 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2020 por Jornal do Sudeste.