UMA HISTÓRIA DE PROFISSIONALISMO, EMPATIA E AMOR PELO QUE FAZ

Relato da Secretaria de Cidadania e inclusão Social


No Serviço de Acolhimento de Crianças e Adolescentes “Casa de Passagem” havia um menino com problemas dentários. Após algumas tentativas de atendimento odontológico, junto ao ESF do município, sem sucesso, pois o menino/adolescente não permitia – acolhido PCD com diagnóstico de retardo mental grave.


O acolhido apresentava dor dentária constante o que desencadeava choro, agressividade, dificuldade de alimentação e uso de medicação continua (analgésicos).


Diante desta situação a assistente social do Serviço de Acolhimento, após contatos com alguns profissionais dos municípios de Pelotas e Santa Cruz do Sul, inscreveu o menino no atendimento odontológico, para pessoas com necessidades especiais, nos cursos de odontologia da UNISC (Santa Cruz do Sul) e da Faculdade de Odontologia de Pelotas (Universidade Federal de Pelotas).


Após 15 dias da solicitação do atendimento houve retorno da Faculdade de Odontologia de Pelotas agendando o primeiro atendimento (avaliação) para o dia 23.11.2018. Nesta oportunidade o menino foi avaliado por alunos e professores na Clínica Infantil.

Publicidade


Foi solicitado exame (RX panorâmico) o qual foi realizado em uma clinica de Santa Cruz do Sul sendo este patrocinado por uma servidora publica municipal. O exame foi encaminhado para os profissionais da Faculdade de Pelotas e o menino foi direcionado para o atendimento de pessoas especiais.


No dia 14.01.2020, retornamos a Faculdade de Odontologia (Clínica Infantil - setor de especiais) onde, o agora adolescente, foi atendido pelos acadêmicos e pelo Professor José Ricardo Sousa Costa, este profissional colocou que haveria necessidade de sedação pois necessitaria cirurgia e facilitaria a realização dos outros procedimento: obturação, extrações, profilaxia... tendo em vista a dificuldade do adolescente manter a boca aberta e permanecer quieto, não era possível um diagnostico completo das necessidades odontológicas.


Foram solicitados exames pré-cirúrgico assim como o encaminhamento para solicitação de vaga no bloco cirúrgico do Hospital Escola da UFPEL. O Prof. Dr. José Ricardo colocou que a fila no bloco era longa e demorada e que se conseguíssemos o Bloco no hospital do município ele se deslocaria, sem custos, levaria os instrumentais da Faculdade e faria a cirurgia pelo SUS.


Com o resultado dos exames em mãos encaminhamos, via Whatsapp para o prof. Dr. José Ricardo o qual retornou que os exames estavam bons e que devíamos agendar entrevista com o anestesista do Hospital Escola.

No dia 20.01.2020 o adolescente passou por entrevista com o anestesiologista, no Hospital Escola em Pelotas, tendo sido apto para cirurgia. Foi encaminhado, via Whatsapp, o laudo do anestesista ao Dr. José Ricardo e este informou que o menino estava na fila do bloco e que a previsão, como já havia explicado, seria, no mínimo três anos.


A assistente social repassou tais informações para o Gestor da Política de Assistência Social o qual iniciou tratativas, juntamente com a Secretaria Municipal de Saúde, para a possibilidade de liberação do bloco cirúrgico do Hospital Santa Bárbara.


Devido a acumulo de trabalho o Secretário de Cidadania e Inclusão Social solicitou a Assistente Social do Serviço de Acolhimento que fizesse os contatos necessários junto a Secretaria de Saúde e Hospital Santa Bárbara. O Secretário de cidadania era informado de todos os passos.


Após contato com o assessor da Secretaria Municipal da Saúde, através deste foi agendado horário com o Sr. Celso Teixeira (administrador do Hospital Santa Barbara). No dia 02 de março, a AS contatou com o Sr. Celso oportunidade em que relatou a situação do menino e a proposta do professor da Faculdade de Odontologia. O Sr. Celso sensível a situação, prontamente iniciou contatos com anestesista, verificação de data livre no Bloco Cirúrgico e contato com o Dr. José Ricardo.


No dia 11.03.2020, foi realizada a cirurgia que, a principio teria duração prevista de 2 horas a 2 horas 30 minutos, com inicio às 8h30, sendo que se estendeu por seis horas devido a complexidade do caso. Auxiliou o procedimento a Cirurgiã Dentista Dr. Tania Cárpio, servidora municipal.


Tal procedimento só foi possível tendo em vista o Profissionalismo, Empatia e Amor ao que faz dos profissionais e instituições listadas, para os quais nosso reconhecimento:


 Cirurgião Dentista José Ricardo Sousa Costa – Professor da Faculdade de Odontologia da Universidade Federal de Pelotas;  Cirurgiã Dentista Tania Carpio – servidora municipal atuando no ESF Lava Pés;  Hospital Santa Bárbara na pessoa de seu administrador Sr. Celso Teixeira;  Dr. Douglas P. Martins – anestesiologista;  Rotary Club - pela doação de combustível auxiliando na locomoção do profissional de Pelotas a Encruzilhada do Sul - nas pessoas do Sr. Paulo Rosa e Silviene Cruz;  Secretário Municipal de Saúde de Encruzilhada do Sul;  Secretário Municipal de Cidadania e Inclusão Social de Encruzilhada do Sul;  Demais profissionais (enfermeiras, técnicos de enfermagem, higienizadores,...)



*A imagem desta postagem foi registrada antes do início da pandemia. Bem como o fato informado.



347 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2020 por Jornal do Sudeste.